VANTAGENS E DESVANTAGENS DA SOCIEDADE COOPERATIVA

A organização cooperativa é uma associação de pessoas, normalmente com meios limitados, que se unem voluntariamente para alcançar um objetivo econômico comum, formando uma organização empresarial controlada democraticamente e que faz contribuições equitativas ao capital necessário, aceitando uma parcela de riscos e benefícios. É um sistema que tem evoluído muito, porque favorece a organização do trabalho, junto com inúmeras vantagens. Por outro lado, não está livre de problemas, requer atenção em alguns pontos. Por isso a contabilidade para cooperativas e a auditoria de cooperativas têm crescido muito no mercado, auxiliando com informações úteis e contribuindo no processo de transparência.

 

Abaixo listamos algumas vantagens da sociedade cooperativa:

 

Fácil constituição: A formação de uma organização cooperativa é simples se comparada à de qualquer outra organização empresarial. Não limita quantidade de pessoas, o processo de registro é simples e também não restringe a entrada e saída de membros. Na maioria dos casos, o passivo dos membros é limitado à extensão de capital por eles contribuídos, aliviando a preocupação de comprometer sua propriedade privada em caso de perdas financeiras da sociedade.

 

Desenvolvimento da comunidade local: As cooperativas têm como um dos seus princípios o interesse pela comunidade, por isso vão além de um modelo de negócio tradicional e permitem com que as pessoas envolvidas contribuam para fomentar ações sustentáveis. Os cooperados também podem adquirir insumos com preços mais atrativos, aumentando assim a produção ou prestação de serviços e, consequentemente, estabelecendo competitividade no mercado.

 

Estabilidade e continuidade: Uma organização cooperativa não pode ser dissolvida por insolvência de morte ou incapacidade permanente dos membros. Por isso, ela tem uma vida estável e continua existindo por um longo tempo pois sua existência legal é individualizada. Membros novos podem entrar e os antigos deixar a associação, sem interromper o seu funcionamento, exceto se todos os membros decidam por unanimidade encerra-la.

 

Gestão democrática: A cooperativa é administrada por membros eleitos entre si. Sendo assim, os membros possuem direitos iguais por meio de voto único, mas podem participar ativamente na formulação das suas políticas.

 

Operações econômicas: Na cooperativa, os serviços intermediários são fornecidos pelos membros com um custo mínimo, porque as despesas recorrentes e não recorrentes são muito menores. Os membros recebem bens e serviços melhores, por preços razoáveis. Além da cooperativa fornecer a ajuda financeira e auxiliar na criação de mais unidades de produção e comercialização de produtos para pequenas empresas. Em alguns casos, vende mercadorias para pessoas de fora e o lucro é utilizado para atender os custos administrativos.  

Patrocínio do governo: O governo presta assistência especial às cooperativas, emprestando dinheiro a taxas mais baixas, permitindo que elas alcancem seus objetivos. Além de estender subsídios, fortalecendo a estabilidade financeira e crescimento sustentável.

 

Apesar de muitas vantagens, a organização cooperativa também sofre algumas limitações e inconvenientes:

 

Gerenciamento ineficiente: Uma cooperativa é gerenciada apenas pelos seus membros, que muitas vezes não possuem habilidades de gestão. Isso é considerado uma das maiores desvantagens do setor, pois a ineficiência da administração pode impedir o sucesso da organização.

 

Recursos limitados: A solidez financeira das cooperativas depende do limite de contribuição dos membros e da sua capacidade de captação de empréstimos dos bancos cooperativos do governo. Seus membros pertencem às classes médias e baixas e a taxa de associação é limitada, não permitindo que seja levantada uma grande quantidade de recursos. Negócios em larga escala, que requerem um grande capital, normalmente não são adequados para cooperativas.

 

Interferência excessiva do governo: Muitas vezes, por existir pessoas do governo no conselho de administração das cooperativas, eles influenciam a decisão do conselho, podendo ou não ser favorável ao interesse da sociedade. Essa regulação excessiva do estado interfere na flexibilidade da operação e afeta negativamente a eficiência da gestão.

 

Falta de sigilo e diferenças: Os assuntos de interesse das cooperativas são discutidos abertamente nas reuniões, porém o sigilo é um aspecto importante para o sucesso de toda organização comercial, fazendo com que a falta dele abra caminho para facilitar a competitividade dos concorrentes. A administração da cooperativa também inclui pessoas de diferentes contextos sociais, acadêmicos e econômicos, que muitas vezes diferem em opiniões para importantes questões. Essas diferenças e possíveis disputas podem enfraquecer o interesse da cooperativa e paralisar a eficácia da sua gestão.

 

Em todo esse contexto, a auditoria de cooperativas se tornou uma prática importante no processo de gestão da cooperativa, porque os profissionais qualificados para a área contribuem significativamente na gestão adequada e nível de transparência desejado.

 

A TATICCA – ALLINIAL GLOBAL presta os serviços de auditoria de cooperativas e possui uma equipe capacitada para atentar às demandas das novas resoluções, com o objetivo de atender as cooperativas na obtenção da transparência em sua gestão. A TATICCA também atua com serviços integrados de auditoria, contabilidade, impostos, corporate finance, financial advisory, risk advisory, tecnologia, consultoria empresarial e treinamentos. Para obter mais informações, acesse www.taticca.com.br ou e-mail taticca@taticca.com.br. Nossa empresa conta com profissionais com ampla experiência no mercado e possui metodologias certificadas para a realização das atividades.