6 DICAS DE GESTÃO FINANCEIRA - EM ESPECIAL EM TEMPOS DE CRISES

Momentos de crise como o que estamos vivenciando exige dos empreendedores muita atenção no controle das finanças, devido a implicações como queda no faturamento, redução de clientes e de produção, ausência de colaboradores, entre outros. Diante disso, a revisão dos planejamentos e análise financeira para adaptação à crise deve ser prioridade e o gerenciamento das finanças que sempre foi essencial, agora torna-se obrigatório. Se a empresa ainda não tem um planejamento detalhado, já passou da hora de elaborá-lo.

 

Listamos algumas dicas básicas de gestão financeira para superar esse momento de crise:

 

1.  Faça uma análise das suas despesas

 

Quando você conhece o montante de despesas a pagar fica mais fácil definir ações. Faça um levantamento de despesas para os próximos meses e, se necessário, priorize aquelas que trarão maior impacto no negócio. Muitas despesas são passíveis de negociação.

 

2.  Prepare seu negócio para queda nas vendas

 

O cenário atual afeta vários setores da economia, alguns diretamente e outros indiretamente. Por isso, recomenda-se que os empreendedores simulem os impactos em caso de redução significativa nas vendas. Em um momento instável como o atual, com poucas estimativas de quanto tempo vai se manter, o ideal é se antecipar.

 

3.  Ajuste os seus gastos

 

Diante do cenário que afeta a muitos, renegociar gastos é uma saída eficiente. Fornecedores que também são afetados podem estar oferecendo preços mais atrativos ou aumentando seus prazos de pagamento.

 

Também é um bom momento para renegociar dívidas com bancos, de acordo com as análises anteriores. Tente adequar os valores das parcelas à sua previsão para os próximos meses.

 

4.  Faça uma revisão do seu fluxo de caixa

 

Agora, mais do que nunca, você precisa realizar uma gestão do fluxo de caixa da empresa. Ter uma divisão entre despesas fixas e variáveis. Isso porque em um cenário de redução de vendas, as despesas variáveis caem na mesma proporção e o que pesa no bolso do empreendedor são as despesas fixas. Com a divisão das categorias você tem o valor necessária para a manutenção do seu negócio e poderá se planejar melhor conforme as dicas anteriores.

 

5.  Encontre outras alternativas para faturamento

 

Busque formas alternativas de aumentar o faturamento, disponibilizando serviços de entrega ou fazendo promoções de produtos ou serviços, dependendo do seu negócio. Flexibilize a amplie as formas de pagamento e se você ainda não utiliza divulgação de produtos ou serviços em marketing digital, é hora de começar.

 

6.  Enxergue oportunidades em meio às dificuldades

A crise econômica trazida pela pandemia de COVID-19 pegou muitos empresários de surpresa e grande parte deles já está mudando seus planejamentos e rotina. O home office já é oficial em muitas empresas e para aquelas que possuíam um respiro, a reserva financeira está sendo de grande valia.

 

Se esse não é o seu caso, lembre-se que sempre existe o lado da oportunidade. Amplie sua visão de negócios e analise as novas tendências do mercado, como o e-commerce e os serviços de delivery, por exemplo, que estão registrando um grande aumento na demanda nesse período de crise.

 

Se você precisa contornar um momento de crise, é fundamental que suas finanças estejam organizadas. Manter o controle financeiro, revisando e reduzindo custos, trará a você possibilidades de manter sua empresa e até mesmo criar oportunidades de crescimento. Também recomendamos que acompanhe atentamente as medidas governamentais anunciadas, pois podem valer para seu negócio e ajudar na manutenção da renda.

 

Entre em contato com a TATICCA – ALLINIAL GLOBAL, que atua com serviços integrados de auditoria, contabilidade, impostos, corporate financefinancial advisoryrisk advisory, tecnologia, consultoria empresarial e treinamentos. Para obter mais informações, acesse www.taticca.com.br ou e-mail taticca@taticca.com.br. Nossa empresa conta com profissionais com ampla experiência no mercado e possui metodologias certificadas para a realização das atividades.